Sem categoria

Feira FIT 2017

A 49ª Edição Primavera-Verão da Feira Fit aconteceu entre os dias 26 e 29 de maio, e eu fui lá conferir todas as novidades de grandes marcas de vestuário, calçados, puericultura e muito mais, e vou mostrar um pouquinho de tudo que vi lá pra vocês.

Os stands que eu visitei estavam com novidades lindas, tudo exposto estava muito bacana e o pessoal muito receptivo, foi muito legal. Conheci marcas novas, aprendi muito sobre marcas que já conhecia mas não sabia que tinham um leque de produtos tão grande e tão bacanas.

Foi uma tarde super legal, e esperem porque com certeza vem muita coisa legal de lançamento nesse segundo semestre do ano!

IMG_2133

Stand Avent

IMG_2131Stand Pimpolho

IMG_1782Stand Burigotto

IMG_1779Stand Burigotto

IMG_1825Stand Charpey

IMG_1823Stand Charpey

IMG_1809Stand Galzerano

IMG_1808Stand Galzerano

IMG_2134

Agradecimentos especiais:

Pimpolho

Avent

Burigotto

Chicco

Galzerano

Inquérito

Nini & Bambini

Evanilda

Sophie

Aire

Charpey

E à toda a organização da Feira FIT, meu muito obrigada pelo convite e recepção!

Sem categoria

Dicas de Tratamento para Assaduras

b

As assaduras são reações inflamatórias na pele de bebês e crianças, que causam ardência, dor, coceira, irritação e sensação de queimação. Costumam surgir em regiões com uso de fraldas, principalmente em ambientes quentes e úmidos.  Seguem abaixo algumas dúvidas  frequentes sobre o tema:

– As assaduras acontecem por falta de higienização correta?
O principal fator de risco é a demora na troca de fraldas, que prejudica a higienização. Existem outros fatores que podem ocasionar o problema, como uso de loções, desodorantes e talcos; diarreia – com aumento da quantidade de fezes nas fraldas – e o uso de medicamentos antibióticos, que podem gerar reações na pele.

– O calor facilita o surgimento das assaduras? Por  que isso acontece?
Sim, mas não é o principal fator. O uso de fralda por bebês ocasiona aumento da temperatura e da umidade locais, o que aumenta as chances de irritação ocasionada pelo contato prolongado da urina e das fezes.

– Caso não sejam tratadas corretamente, as assaduras podem evoluir para micoses ou infecções de pele?
Sim. As bactérias, presentes no local, promovem a conversão de ureia em amônia, elevam o pH da pele e facilitam o aparecimento de infecções.

– Quando a assadura deve ser um sinal de alerta e o bebê encaminhado ao médico?
Quando a criança estiver muito irritada, desconfortável e com grandes áreas de vermelhidão na região da pele afetada pelas assaduras.

– Como deve ser feito o tratamento e quais os medicamentos indicados?
Pode se fazer a higiene da área com água morna durante as trocas de fraldas e, caso existam fezes, com enxágue abundante. Os cremes de barreira, como os à base óxido de zinco, devem ser utilizados em todas as trocas de fraldas para prevenir dermatites e tratar as assaduras. É importante que as medicações tópicas utilizadas não sejam cáusticas, pois podem causar queimaduras, e tenham mínima possibilidade de provocar dermatite no local.

– Qual a melhor maneira de evitar o problema?
A melhor maneira de se evitar assaduras é a prevenção. Para isso, deve-se manter a pele limpa e seca e sempre trocar as fraldas quando estiverem sujas de urina ou fezes.

Fonte: Comunicação Hypermarcas

Sem categoria

3º Seminário Internacional Pais & Filhos “Mãe Também é Gente” – Só Cria Filho Feliz, Uma Mãe Feliz

Sem sdfhgjkjhfgdsaA Pais&Filhos, produtora e distribuidora de conteúdo direcionada ao segmento parents, promove o III Seminário Internacional Mãe Também é Gente: Só cria filho feliz, uma mãe feliz, no dia 4 de maio, das 8h30 às 17h30, na Unibes Cultural, em São Paulo.

O encontro, com capacidade para 300 pessoas, contará com a presença de Laura Gutman, autora do best-seller O Poder do Discurso Materno; Patricia Camargo, sócia do projeto TempoJunto; Dado Schneider, idealizador da palestra “O mundo mudou…bem na minha vez”; Marcos Piangers, escritor do livro best-seller O Papai é Pop, e Ana Cardoso, escritora do livro de crônicas Mamãe é Rock!. Além disso, pensando na troca de experiências e interatividade, o evento promoverá uma mesa-redonda comandada por Mônica Figueiredo, diretora da redação da Pais&Filhos.

Em parceria com as marcas Pompom, Lillo, Mam Baby, Infanti, R7, Casa de Livros e Unibes Cultural, a Pais&Filhos aposta no evento com o objetivo de fazer com que as mães entendam o mundo em que vivem, encarem a vida de uma forma mais leve, parem de se culpar e aproveitem de forma plena esta fase e a infância dos filhos, sendo mais felizes e, consequentemente, criando filhos mais felizes.

Com o desafio de seguir como referência de conteúdo destinado a este público, para Adriana Cury, diretora de marketing da Pais&Filhos, “Esta iniciativa em parceria com grandes marcas, levantará discussões importantes para a reflexão sobre o equilíbrio entre essa nova mulher após se tornar mãe e a sua vida pessoal, profissional e aspirações. Além disso, outros questionamentos que são relevantes para o dia a dia dessa figura feminina que é antenada e independente, e quer aproveitar ao máximo o tempo com os filhos, sem deixar de ser mulher”.

Os interessados poderão fazer o cadastro no site oficial do Seminário e as vendas dos ingressos ocorrerão em três lotes, com preço que varia entre R$ 50 e R$ 150.

Vá ao Seminário com a 99

Em parceria com a empresa 99, maior aplicativo de táxi pelo celular do Brasil, os participantes terão a oportunidade de ir ao evento utilizando o app que dará desconto de R$ 15,00 na ida e R$ 15,00 na volta. Para conseguir o benefício, os interessados deverão utilizar o código PAISEFILHOS99 com a validade para o dia 04/05.

Programação

  • 8h30: Welcome Coffee
  • 9h: Só cria filho feliz, mãe feliz, com Mônica Figueiredo, diretora editorial da Pais&Filhos
  • 9h30: Laura Gutman, psicopedagoga e autora do best-seller O Poder do Discurso Materno.
  • 10h30: Coffee Break
  • 11h: Patrícia Camargo, sócia do projeto Tempojunto
  • 12h: Horário livre para almoço.
  • 13h30: Dado Schneider, escritor e idealizador da palestra O mundo mudou…bem na minha vez
  • 14h30: Mesa-redonda com Mônica Figueiredo e convidados
  • 16h: Coffee Break
  • 16h30: Marcos Piangers, escritor do livro best-seller O Papai é Pop, e Ana Cardoso, escritora do livro de crônicas Mamãe é Rock!
  • 17h30: Encerramento

 

Te vejo lá ❤

Sem categoria

Mitos e Verdades sobre o Sono do Bebê

baby vector 01

A maternidade é um momento especial da vida da família, e com ela vêm ansiedade e dúvidas sobre o sono do bebê. Por isso, a consultoria do sono infantil tem como objetivo esclarecer e ajudar as mamães e papais a estabelecerem bons hábitos de sono e ensinar seus filhos a dormirem melhor.

A pedagoga e consultora do sono infantil, Ana Flávia Andreoli, esclarece se todas as orientações que vemos e ouvimos por aí, quando se trata do sono das crianças, realmente funcionam.

“Manter meu bebê acordado e ativo durante o dia, e não deixa-lo adormecer, fará com que ele durma melhor durante a noite.”

MITO – Quando nascem, os bebês dormem cerca de 17 a 20 horas por dia nas primeiras semanas e acordam, praticamente, só para se alimentar. Nessas horas de sono, incluem-se as sonecas do dia, que devem ser 3 ou 4 no primeiro mês de vida. Os bebês que não realizam as sonecas durante o dia tendem a ter mais dificuldades para dormir, ficam mais irritados e acordam mais vezes durante a noite. Essa irregularidade de sono provoca a diminuição da resistência a infecções e favorece o ganho de peso.

“É possível ensinar meu bebê a adormecer sozinho.”

VERDADE – É importante proporcionar essa autonomia à criança desde o primeiro dia de vida, pois influencia, inclusive, no desenvolvimento dos bebês. A orientação é que a mamãe coloque o bebê no berço quando parecer cansado, ainda estando acordado, porém já sonolento, para que ele adormeça sozinho.

“Os pais devem se adaptar aos horários do bebê. Ou o bebê deve se adaptar à vida que os pais levam.”

MITO – Os pais não devem se adaptar à rotina do bebê e nem o bebê à rotina dos pais. É importante que os pais compreendam que o bebê necessita de uma organização de horários diferente dos adultos, por isso o ideal é que, por exemplo, ele não frequente festas noturnas ou tenha horários variados de alimentação e sono, para que não tenha seu desenvolvimento pleno prejudicado. Já aos pais é importante que mantenham seus momentos de casal e tenham seus horários de alimentação e sono de acordo com a vida que escolheram. Ou seja, é uma adaptação de ambas as partes, mas cada rotina deve ser respeitada.

“Estabelecer uma rotina é fundamental para a criança durante toda a infância.”

VERDADE – A rotina tem como objetivo principal o desenvolvimento da autonomia da criança, e isto a torna mais segura externa e internamente. Através dela, a estrutura psíquica e física da criança se organiza, e ter prazos e horários estabelecidos traz tranquilidade e confiança para os pequenos, fazendo com que eles não se sintam tão ansiosos. Promover essa autonomia em todas as fases da infância e da adolescência permite que formemos adultos mais responsáveis, organizados e seguros.

Fonte: Rojas Comunicação – www.rojascomunicacao.com.br